Aplicativos de entrega estão proibidos de funcionar em Buenos Aires

A Justiça argentina proibiu no dia 9 de abril de 2019 a utilização de aplicativos de entregas em Buenos Aires. A decisão tomada pela Argentina se aplica a empresas como Glovo e Rappi, que atuavam na região sem nenhum tipo de regulamentação específica do país para esse tipo de serviço. De acordo com as notícias divulgadas pela Justiça da Argentina, a ordem estabelece a proibição imediata.

Embora a Justiça tenha decretado a proibição do funcionamento de tais aplicativos, a ordem também informa que a proibição é temporária, o que significa que as empresas poderão voltar a oferecer o serviço de entrega por aplicativo em algum momento. De acordo com o governo de Buenos Aires, esse retorno acontecerá após a implantação de um código de trânsito que regulamente como as companhias de entrega por aplicativo poderão operar na cidade. Isso significa que enquanto não houver leis que abordam esse aspecto de forma específica os aplicativos não poderão realizar entregas na capital argentina.

De acordo com as informações divulgadas pela Justiça da Argentina, há uma série de requisitos para que os aplicativos de entregas possam atuar em Buenos Aires. Dentre os requisitos, a Justiça quer que os trabalhadores utilizem capacetes, que os veículos utilizados para a entrega sejam sinalizados de forma luminosa, que a mochila de entrega seja fixada à bicicleta ou moto e que as empresas de aplicativos ofereçam seguro para acidentes a todos os trabalhadores.

Junto a decisão tomada pelo juiz Andrés Gallardo, foi informado que o Ministério do Desenvolvimento Humano deverá apresentar em caráter emergencial um plano econômico e social com o objetivo de compensar a renda dos entregadores cadastrados nos aplicativos que tiveram de forma repentina suas rendas comprometidas.

A Justiça argentina informou que a decisão foi, na verdade, um pedido realizado pela defensoria pública do país, que contou com a procuração de vários sindicatos e de algumas empresas que atuam no país no setor de entregas. Segundo o texto publicado por Gallardo, a justiça simplesmente acatou a esse pedido, considerando os argumentos de que não há regulamentação para o funcionamento de tais serviços em Buenos Aires.

Aumente as visitas ao site sem vender sua alma

É desnecessário negar que todos os webmasters gostariam de espalhar seu conteúdo da melhor maneira, fazê-los ler para pessoas realmente interessadas no assunto e, talvez, ganhar bons links. Objetivo: aumentar as visitas ao site.

Apesar de a criação de conteúdo de qualidade ser a maneira mais frutífera e estável de aumentar os cliques, não custa nada colocar esses truques em prática para gerar tráfego com pouco esforço. E com muitos bons resultados para o Google Analytics.

A primeira solução para aumentar o tráfego do site: criar um blog interno, interceptar chaves de pesquisa informativa.

E certifique-se de que as pessoas interessadas em seu trabalho acessem suas páginas de destino. Aqueles que lhe dão a oportunidade de converter.

O blog da empresa tem a capacidade de superar a natureza estática do site: com ritmo e cadência gera conteúdo que o Google aprecia e assimila, indexando novas páginas e posicionando os posts para aumentar os cliques. Como aumentar as visitas ao seu site? Crie um plano editorial e comece a escrever conteúdo útil.

Uma das técnicas mais interessantes para aumentar as visitas ao site naturalmente e sem forçar: marketing de comentários. Ou seja, aquelas soluções que funcionam na publicação de comentários em blogs usando um link na assinatura.

Ter um blog dentro do site lhe dá a chance de trazer tráfego para isso também: se existe a possibilidade de ir mais fundo com um link para um artigo, você pode fazê-lo. A menos que sua abordagem se torne invasiva: você não precisa enviar spam, isso é importante.

A comunidade é a verdadeira fonte de visibilidade – O tráfego geralmente vem dos mecanismos de pesquisa, às vezes é a mídia social que faz a diferença para aumentar as visitas ao site. Em qualquer caso, você precisa criar um público fiel.

Seja sociável, responda sempre a todos os comentários, dê conselhos àqueles que lhe pedirem uma opinião, cultivem discussões em torno de seus posts e, acima de tudo, admitam seus erros se eles o beliscarem: os leitores odeiam balões inflados.

Ele também joga com lealdade. Se um leitor sugerir uma análise aprofundada ou tiver dúvidas sobre um tópico ou notícias, aproveite a oportunidade para escrever um post em que você se lembra de que foi ele (o leitor) que sugeriu isso a você.

Dicas para marketing on-line

Qual é a estratégia de marketing perfeita? Os especialistas não são unânimes: como em outras indústrias, o tema do marketing on-line ano após ano, as novas tendências da moda e antigas são atualizadas novamente. O marketing mix ideal deve ser encontrado individualmente por todos os operadores de loja online. Seja o foco no mecanismo de pesquisa ou no marketing de mídia social , ou a publicidade em banners clássicos e a rede de exibição são combinadas com grandes campanhas de marketing por e-mail : nossas dicas ajudarão você a otimizar sua estratégia no futuro.

O tráfego do motor de pesquisa é o canal mais importante para as lojas online alemãs receberem visitantes. Quando se trata de SEO , muitos fatores diferentes se juntam: implementação técnica, estrutura conceitual da página, conteúdo, perfil de link e otimização de palavras-chave. As medidas de SEO têm um efeito duradouro na visibilidade e no tráfego. A política do Google deve ser internalizada por todos os funcionários de marketing on-line. Com uma participação de mercado de mais de 90 por cento, o Google está liderando o mecanismo de busca – que viola as diretrizes, deve esperar penalidades no ranking e nas perdas de tráfego.

O shopping móvel tornou-se uma parte indispensável da vida cotidiana para muitos clientes. O comércio móvel é o principal responsável pelo forte crescimento de vendas no comércio eletrônico no ano passado. Através de dispositivos móveis, foi gerado um volume de negócios de 14,6 bilhões de euros em 2015 – o dobro de 2014. Cada quarto euro no comércio eletrônico foi assumido pelos sites móveis, em 2016, diz-se que é a cada terceiro euro. Esses números mostram claramente que uma loja on-line competitiva precisa otimizar sua página para usuários de dispositivos móveis – leia mais em nosso Guia de Comércio Móvel.

A competição de economia no e-commerce é enorme. Uma análise competitiva é o primeiro passo para posicionar-se com sucesso no mercado. Estabelece as bases para o marketing de loja online. Nesta base, deve lojas especialmente a sua USP (Unique Selling Point), de modo que o mais atraente ponto de venda, vêm à tona. Nem sempre o preço mais barato é crucial. Para se destacar dos concorrentes, o transporte particularmente rápido ou gratuito ou o excelente atendimento ao cliente podem servir como argumento.

Como o Facebook se torna um fator de sucesso para sua empresa

Que uma página no Facebook para empresas hoje em dia seja parte do programa padrão está além de qualquer dúvida. Dado o tamanho e a importância da plataforma, seria totalmente negligente não considerar a rede social nos planos de marketing da sua empresa. Não importa em que setor sua empresa esteja localizada e independentemente do grupo-alvo: Por meio da sua página corporativa do Facebook, você apresenta sua empresa e mantém uma comunicação direta com clientes potenciais e existentes. Fala-se, neste caso, da chamada venda social, Para garantir que seus esforços sejam refletidos nas taxas de sucesso, você deve planejar o local de maneira ideal e investir tempo suficiente em seu projeto e manutenção. Além disso, você também precisa ter uma noção de como alcançar melhor seus clientes em potencial – os seguidores.

Para que o Facebook se torne um fator de sucesso a longo prazo para as empresas, não é suficiente criar a página, atraí-la com sorteios e ocasionalmente postar um post arbitrário e notícias relevantes. Somente com uma estratégia bem elaborada e com o planejamento certo, você poderá aumentar constantemente o número de “curtidas” (fãs do site da sua empresa) e também convencer os clientes em potencial de sua oferta. Se você oferecer valor agregado a seus seguidores, a longo prazo você se beneficiará de uma crescente conscientização, aumentará a fidelidade do cliente e, idealmente, aumentará seu faturamento.

A página do Facebook só pode se tornar uma figura positiva da sua empresa na Internet com base em um planejamento abrangente. Dada a importância que as redes sociais, como o Facebook, têm para as empresas, você também deve considerar a contratação de uma agência de marketing on-line para cuidar de sua página da empresa no Facebook, especialmente se sua capacidade ou conhecimento não for de longo prazo. O engajamento no Facebook deve ser o suficiente. Essa agência não apenas apoia você no desenvolvimento de um conceito adequado, mas também, se desejar, no planejamento de contribuições e na manutenção geral do site da sua empresa.

Certifique-se de que o perfil reflete a filosofia da sua empresa. Uma aparição no Facebook que ofereça aos usuários uma imagem enganosa do seu negócio é um obstáculo para o sucesso e pode, por fim, fazer com que você perca clientes.

Começar e crescer um negócio internacional

Explore como a expansão internacional crítica se tornou para o crescimento de empresas em estágio inicial e elas podem superar os obstáculos comuns encontrados ao expandir no exterior.

A economia em casa já viu melhores dias e notícias. No entanto, há alguma esperança para as empresas britânicas que procuram oportunidades de crescimento. Em muitos países em desenvolvimento, a ascensão da classe média significa que, cada vez mais, as oportunidades de crescimento estão no exterior, não em casa. Isso não significa que as empresas devam ignorar os mercados domésticos – em vez disso, a importância de criar um negócio que esteja acessando os mercados internacionais desde o primeiro dia é um fator muito mais crítico para o crescimento no longo prazo.

Isso não significa que a expansão internacional seja fácil, na verdade, existem muitos obstáculos comuns enfrentados por empreendedores e donos de empresas que tentam se globalizar, neste artigo vamos explorar os obstáculos mais comuns e como você pode superá-los.

Movendo capital internacional: Ao administrar um negócio internacional, o envio ou recebimento eficiente de capital é essencial para o sucesso financeiro. No entanto, as maquinações complexas das finanças globais tornam essa tarefa desafiadora. Toda vez que você paga um membro da equipe remota ou um fornecedor, seu capital é forçado a passar pelo sistema financeiro global.

Dependendo de qual banco ou empresa financeira você usa, as taxas de conversão de moeda e as taxas de transação podem ter um corte desnecessariamente grande de cada transação. Se você opera em um campo conhecido por pequenas margens de lucro , altas taxas de transferência e grandes spreads entre as taxas interbancárias e as utilizadas pelo seu banco podem frear seus planos de crescimento no exterior.

Felizmente, uma nova geração de empresas de transferência de dinheiro está interrompendo o mercado com taxas mais baixas e melhor atendimento ao cliente.

Tudo dito, cada empresa de pagamento tem suas próprias vantagens e desvantagens, que variam de acordo com sua situação de negócios (ou seja, uma plataforma como Payoneer é mais adequada para os comerciantes que excedam 15.000 mensais em transações). Certifique-se de fazer sua pesquisa e encontrar a plataforma de transferência de dinheiro certa para o seu negócio e situação.

Filmes de ação em 2019 darão mais destaque a personagens mulheres

Nesse ano de 2019 várias serão as notícias de cinema com filmes que terão mulheres em papéis importantes. No evento CCXP, frequentado por fãs de histórias em quadrinhos em São Paulo, algumas atrizes vieram dar o ar da graça.

No fim do ano passado, o evento matou um pouco da curiosidade de vários fãs de histórias em quadrinhos que estavam sedentos por novidades no cinema. Teve partes inéditas que foram exibidas depois de mantidas como um segredo guardado a sete chaves.

Várias são as personagens de destaque que irão abrilhantar as telas de cinema neste ano. Brie Larson, ganhadora do Oscar em 2015 com o “Quarto de Jack” fará a Capitã Marvel. A sua personagem é uma das mais fortes das histórias da Marvel. Em sua jornada, a mulher que recebe poderes cósmicos terá que enfrentar o mal interplanetário. A estreia de Capitã Marvel está prevista para março, depois em abril, a heroína fará parte do quarto filme dos Vingadores.

No quarto filme, os heróis contarão bastante com o poder da capitã para enfrentar Thanos que desintegrou metade da população.

Jessica Chastain estará nas telas dos cinemas também, indicada duas vezes ao Oscar por filmes dramáticos, no filme “X-Men: Fênix Negra” ela interpreta a vilã Smith, uma alienígena. Presente no evento em São Paulo, a atriz se surpreendeu com a animação dos fãs e com os gritos do público.

No evento também esteve a famosa Sophie Turner, conhecida pela série “Game of Thrones”, onde interpreta Sansa Stark. A atriz também já esteve como Jean Grey em “X-Men: Apocalipse” (2016).

A atriz comentou a maior participação das mulheres com papéis importantes nos filmes como esses, e percebeu que o mercado não quer deixar de lado uma fatia importante e por isso estão representando cada vez mais as mulheres.

Esse ano de 2019 promete colocar em ênfase personagens femininas como Mística (Jennifer Lawrence), Hester Shaw (Hera Himar) em Máquinas Mortais” e Rey (Daisy Ridley) da trilogia “Star Wars”.

Caso a aposta com a Capitã Marvel traga bons resultados, para 2020 já está planejado um duelo de gigantes que trará a Mulher-Maravilha nessa disputa.

Etapas para desenvolver uma solução inovadora para um problema

No mercado atual, a prática da inovação não é apenas criar novos produtos. Trata-se de descobrir mercados completamente novos que atendem a necessidades de clientes desconhecidas e, portanto, inexploradas. E na era do comércio pela Internet, o ato de inovação na economia se torna um desafio ainda maior, inundado por um mar de novas ideias. Portanto, o impulso para selecionar e executar as ideias certas e trazê-las ao mercado antes de seus concorrentes assume uma urgência que até então era desconhecida, mas certamente aumentará na rapidez de sua escala nos próximos anos.

Como resultado, as forças motrizes por trás da inovação – anteriormente tecnologia e controle de qualidade e custo – mudaram de questões de eficiência e agora estão unicamente focadas na criatividade e crescimento da organização em direção a um futuro estado de competitividade.

Um exemplo perfeito pode ser visto no processo de pagamento móvel via smartphone. O pagamento móvel forneceu o máximo em conveniência para os compradores, evitando que eles tenham que carregar cartões de crédito e outros meios de pagamento. Embora ainda não tenha se tornado a norma para muitas empresas, a proliferação de pagamento móvel entre as startups é uma evidência do desejo de atingir os consumidores por meio de conveniência e facilidade de uso.

Independentemente do tamanho e do escopo de sua organização, as empresas centradas no cliente que desejam inovar para o consumidor moderno podem considerar a seguinte abordagem:

Descobrir o problema que você está tentando resolver. Como em qualquer primeiro passo, este é crucial. Certifique-se de que está tentando resolver o problema certo e não tente consertar algo que não seja uma prioridade aos olhos do consumidor. Faça isso fazendo as perguntas certas e observando, seja em grupos de foco ou avaliando empresas, produtos e clientes competitivos. Fazer perguntas simples como “o que a empresa XYZ faz melhor que nós?” ou “o que está faltando em nosso produto ou serviço que tornaria melhor?” pode percorrer um longo caminho para definir sua direção neste estágio.

Analise o problema. Nesse estágio, você quer transformar o problema de cabeça para baixo e de dentro para fora, extraindo todas as variáveis ​​e valores que o causam (e remedia-o).

Ministério da Infraestrutura mudará o modelo administrativo em rodovias federais

A equipe do governo responsável pelo Ministério da Infraestrutura estuda deixar de lado o atual modelo de concessão de rodovias federais. O novo governo que passou a assumir o país desde 1º de janeiro de 2019, discute a possibilidade de fazer a cobrança de outorgas bilionárias de vendas em leilões ao invés de encarecer o valor dos pedágios em rodovias. As notícias sobre a adoção de um modelo diferente na administração do sistema de pedágios em rodovias federais foram divulgadas no dia 9 de janeiro deste ano.

O sistema de concessão por outorga segue igual ao utilizado por governos anteriores no estado de São Paulo há 20 anos. O objetivo é abandonar concessões que tendem a reduzir os pedágios cobrados em rodovias de todo o país. O atual modelo é visto como insuficiente agora e nos piores momentos de recessão econômica que o país enfrentou.

Se essa proposta for assinada pelo presidente da República os valores arrecadados com as outorgas serão reservados em um fundo nacional. Esses valores arrecadados e depositados no fundo nacional terão a função de financiar melhorias e duplicações necessárias nas rodovias. As estimativas do governo são de arrecadar R$ 1 bilhão com as outorgas em rodovias federais. Um dos exemplos é a arrecadação que poderá ser gerada junto a Rio-Petrópolis, que não terá elevação do preço do pedágio com a outorga e não prejudicará a população com possíveis repasses.

Em todo o estado de São Paulo, as outourgas em rodovias estaduais não são destinadas a um fundo estadual. Neste caso, o valor arrecadado é destinado a um caixa único do governo. São valores que auxiliam em despesas correntes, podendo ser para o pagamento de salários de funcionários públicos, por exemplo.

Segundo o ministro da Infraestrutura, a concessão de 5,4 mil quilômetros de rodovias deverão ser discutidas em reuniões futuras do PPI (Programa de Parceria de Investimentos). Nos dias de hoje, é o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte DNTI o responsável por 57,2 mil quilômetros de rodovias brasileiras, com apenas R$ 7 bilhões em reservas para arcar com a administração e manutenção dessas rodovias.

As muitas personalidades dos empreendedores

Empreendedores são sempre definidos como os indivíduos que fazem um pouco de tudo. Embora isso seja verdade em muitos casos, algumas personalidades realmente definem um empreendedor. Alguns empreendedores têm múltiplas personalidades e são capazes de assumir várias funções, enquanto outros se encaixam especificamente em uma categoria.

Essas personalidades são papéis cruciais para alguém na empresa jogar, pois elas ajudam você e seu progresso na empresa. A progressão é extremamente importante em um negócio, especialmente quando você é uma startup. Se você entender melhor seu papel como empreendedor, poderá ajudar sua empresa a crescer fazendo sua parte.

Aqui estão as personalidades mais comuns que as empresas exigem e os empresários compartilham:

As muitas personalidades dos empreendedores – características de caráter que todos os negócios precisamSendo uma empresa startup, todo mundo gosta de sonhar com essa grande aquisição ou milhões de dólares que eles podem fazer. O pensamento otimista é sempre ótimo, mas também pode ser prejudicial se não for racionado.

Toda empresa iniciante precisa de um realista que coloque as coisas de volta à perspectiva quando todo mundo está sonhando. O realista lembra a todos onde eles estão, o que precisam fazer e como podem alcançar seus objetivos finais.

Este é o jogador da equipe que quer que tudo seja feito imediatamente. Não gosta de esperar nada nem ninguém. Embora muitas vezes esse indivíduo possa ser visto como algo esmagador, ele faz um ótimo trabalho para motivá-lo enquanto faz com que ele trabalhe mais rápido.

A velocidade é uma habilidade essencial que os empreendedores precisam ter, especialmente quando são eles que fazem tudo.

As muitas notícias sobre personalidades dos empreendedores – características de caráter que todos os negócios precisam

O moedor pode ser apenas o jogador mais importante da equipe. O trabalho do moedor é cuidar das pequenas coisas com grande precisão e delicadeza. Não só isso, mas o trabalho dos moedores é muitas vezes tedioso e sem glamour. No entanto, os esforços do moedor podem ajudar uma startup a crescer maciçamente.

As pequenas coisas são as que resultam nos resultados maiores e qualquer grande negócio hoje pode lhe dizer isso.

Conheça as previsões de Isaac Asimov que deveriam se confirmar em 2019

Fazer prospecções para o futuro é algo muito comum, sobretudo entre astrólogos e cientistas. Na década de 1980, o escritor Isaac Asimov decidiu escrever acerca do que esperava para mais de 3 décadas depois. O mesmo já foi feito por uma outra personalidade, George Orwell, que serviu como fonte de inspiração para ele.

Dedicando toda a sua carreira literária a escrever sobre ficção científica, Asimov utilizou o último dia de 1983 de forma diferente da habitual. Se em outras épocas se encarregava de escrever acerca de suas resoluções para o novo ano, naquele dedicou-se a escrever especificamente para o The Star of Canada, um jornal de variedades.

O ano escolhido pelo escritor como alvo de suas expectativas foi justamente 2019, conforme pontua o Portal de Notícias Terra. Três assuntos foram abordados por ele para citar as expectativas: exploração do espaço, guerras e informática. O início do texto já esclarecia que havia uma possibilidade extremamente remota de que uma guerra nuclear ocorresse.

Embora a questão da não ocorrência de uma guerra dessas proporções tenha se confirmado, o escritor não acertou quando afirmou que haveria um embate entre Estados Unidos e União Soviética. Isso pode ser facilmente observado pelo fato da URSS já ter sido extinta há muitos anos.

Uma outra abordagem de Asimov se mostrou verdadeira. Trata-se do emprego dos computadores em diversas aplicações, como as de natureza doméstica, por exemplo. Mesmo sem ter citado nomes de equipamentos informatizados, ao ler o texto do escritor é possível se perceber que ele se referia justamente aos dispositivos eletrônicos empregados na atualidade.

Robôs passaram de fato a substituir pessoas em linhas de montagem e isso foi previsto por Asimov. Ele ressaltou, entretanto, que esse tipo de substituição não seria causadora de demissões em massa, já que o progresso tem a peculiaridade de gerar a promoção de empregos.

Apesar de ter acertado em diversos pontos, Asimov se mostrou equivocado quanto à exploração do espaço. De acordo com a publicação, em 2019 o homem já teria feito outras inúmeras viagens à Lua, o que não se confirmou ao longo das décadas. Mesmo tendo conseguido pisar em solo lunar, tal feito não se repetiu.

 

Saiba mais:

https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/isaac-asimov-as-previsoes-para-2019-feitas-em-1983-pelo-genio-da-ficcao-cientifica,ef23f3948e81f37e6c5e634974eaa82dlqqvm6oq.html